Residências inclusivas

Desde que assumi meu mandato em 2017 recebo demandas de pessoas que precisam de Residência Inclusiva, de diferentes naturezas: para jovens, mulheres, deficientes físicos e idosos (inclusive os portadores de Alzheimer-3). Neste sentido, apresentei Indicações (061/19, 114/19, 883/19, 1.920/19, 676/20, 678/20 e 931/20) ao Poder Executivo para que estude a viabilidade de criar e disponibilizar essas unidades.

A Residência Inclusiva é uma unidade que oferece serviço de acolhimento institucional, visando proteção social especial de alta complexidade, conforme a tipificação nacional dos serviços sócio assistenciais. Uma delas tem como objetivo integrar jovens e adultos com deficiência em situação de vulnerabilidade e risco social, sem condições de autossustentabilidade ou de retaguarda familiar, visando o desenvolvimento de habilidades para participação social e comunitária, para construção da autonomia e fortalecimento de vínculos familiares.
A Residência Inclusiva é de suma importância para esta população vulnerável e poderíamos viabilizá-las em parceria com as faculdades da nossa cidade e da região, oferecendo oportunidades de desenvolvimento de projetos dos alunos de várias áreas.
E você, o que acha do assunto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *