Justo reconhecimento a quem gera empregos

No início deste mês o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentou os resultados de uma pesquisa sobre o desemprego em nosso país: falta trabalho para 27,6 milhões de brasileiros. Em Indaiatuba a situação não é muito diferente, fechamos o mês de junho com mais de 15 mil desempregados na cidade, de acordo com um levantamento da Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic). 

Durante o meu mandato como vereador tenho agido para combater, entre outros problemas, o desemprego, tanto que, em 2017, apresentei uma indicação para a criação do Conselho Municipal de Trabalho, Emprego e Renda, para acompanhar a utilização de recursos públicos empregados na geração de postos de trabalho. Trouxe para Indaiatuba, por intermédio da Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho, dois cursos profissionalizantes, nas áreas de vendas e departamento pessoal, voltado justamente para quem estava desempregado; foram 60 pessoas qualificadas.

E para estimular a iniciativa privada, principalmente aos empreendedores de nossa cidade que, mesmo neste cenário de crise ainda investem aqui, na 19ª Sessão da Câmara Municipal defendi uma Moção de Congratulações em alusão à inauguração da terceira loja da rede de supermercados Sumerbol. Um tradicional empreendimento da cidade que, apenas com esta nova unidade, gerou mais de 800 empregos diretos e indiretos. Como homem público e como cidadão tenho o dever de reconhecer e, mais do que isso, parabenizar a família pelo empreendedorismo e pela geração de emprego e renda.

HISTÓRIA

Foi em 1970, na Avenida Presidente Kennedy, que tudo começou, em um espaço de apenas 28 m2, tempo em que as ruas do bairro Cidade Nova ainda não eram asfaltadas, o Armazém Juvenal Bordenalli iniciou as atividades. Idealizado pelo casal Juvenal e Júlia Bordenalli, o estabelecimento contou desde o início com o auxílio do filho deles, Valdemir. Depois de reformas e ampliações, o local viria se tornar o Supermercado Sumerbol e já em 1982 a loja ocupava um espaço de 500m2.

Outro passo importante tanto para eles como para a cidade foi a inauguração da segunda loja, no Jardim Morada do Sol, em 1986. Fato que contribuiu para o desenvolvimento daquela região, hoje um dos bairros mais habitados de Indaiatuba. Nos 20 anos que seguiram, o Sumerbol cresceu muito, a primeira loja já ocupava 8.500 m2 e a segunda 2.780 m2.

Mas, a história de sucesso e crescimento deste tradicional comércio da cidade traria ainda uma contribuição maior para a cidade. Empregando cerca de 470 trabalhadores nas duas lojas, o Sumerbol inaugurou, neste ano, a terceira e grandiosa loja, com 31 mil metros quadrados de área construída e 4.500 m2 de área de venda, a nova unidade gerou mais de 350 empregos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *