A população de Indaiatuba precisa de um IML completo na cidade

A necessidade de um núcleo de perícia do Instituto Médico Legal (IML) em Indaiatuba é grande, pois há uma série de serviços específicos vinculados a este órgão que são de extrema importância para o município. Um exemplo emblemático desta urgência são os casos de violência ou agressões contra pessoas, sejam vítimas de trânsito ou mesmo de acidentes de trabalho, que precisam ser encaminhadas para Campinas quando precisam de uma perícia do IML.

“A falta dos vários serviços oferecidos pelo IML, assim como a verificação de óbitos funcionando parcialmente, seguem na contramão do desenvolvimento apresentado pela cidade”, explica o vereador Alexandre Peres. Em Indaiatuba há apenas o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), que atende apenas casos onde a morte tenha sido causada por moléstia mal definida ou sem assistência média, todos os outros são encaminhados para Campinas.

“Em muitas ocasiões a falta destes serviços gera transtornos desnecessários para quem precisa ir a outro município em busca de tais serviços, ainda mais quando envolve a perda de um ente querido”, diz Peres. Além dos casos de óbito, Indaiatuba carece de atendimento especializado e humanizado, com equipamentos e espaço físico adequados para as vítimas de abusos sexuais e outras demandas de exames de corpo de delito.

Em maio de 2017, o vereador Alexandre Peres protocolou uma Indicação (nº 510/2017) junto ao Poder Executivo solicitando a implantação de um IML em Indaiatuba, fato que ocorreu uma vez mais este ano (Indicação nº 120/2018). “Infelizmente nenhuma resposta foi oferecida pela prefeitura até agora”, lamenta o vereador.

Entre os principais serviços oferecidos pelo IML estão exames de tanatologia, toxicologia, lesões corporais, violência sexual, sanidade mental, constatação de doença sexualmente transmissível e constatação de idade. “Na próxima semana tem início o segundo semestre da legislatura 2018 e eu irei defender com empenho que o Poder Executivo viabilize a vinda de uma unidade do IML para Indaiatuba, a cidade apresenta um desenvolvimento que justifica esta necessidade”, conclui Peres.

One thought on “A população de Indaiatuba precisa de um IML completo na cidade

  1. Meu amigo sua proposta é ótima ! Perdi um filho à 8 anos ! E resolvi doar os órgãos dele .Tudo que podia ser aproveitado para outras pessoas que estavam numa fila enorme de transplante.Amigo ! Pensei que seria fácil mas não como até agora não é o único lugar para fazer esse tipo de transplante é na Unicamp .Foi uma correria porque o coração de meu filho não ia aguentar .E a Unicamp não vinha buscar meu filho .Finalizando te tanto o neurologista brigar com o hospital.Vieram buscar com uma ambulância móvel. A 8 anos atrás disseram que isso ia se resolver vereadores ,Prefeito só faltou o presidente que num me lembro o nome dele .E até agora continua a mesma situação. Nada resolvido finalizando continua tudo na mesma .E aí te pergunto tanta burocracia e impecilio .Quem vai fazer doação de órgãos em
    Índaiatuba ? Ninguém meu amigo.Vcs num investe no hospital para esse tipo de situação . Só mesmo a Unicamp .Vcs num acha que está na hora de investir ? Eu sei o sufoco que passei para leva-ló até a Unicamp. Se eu soubesse que seria tanto transtorno como psicológico pela dor de um ente querido. A dor de descanso que fizeram de um doador .O de meu filho era André Luis Gazaffi .Se Vcs procurarem no acervo guardado da tribuna de Índaiatuba .Vai ver o transtorno que foi .Espero que toda essa promessa que o Senhor está falando em fazer num fique no esquecimento .Como tudo aqui nesta cidade fica . Só não esquecem dos prédios que acabaram com a beleza da cidade.lPorque será né? Num precisa ser muito inteligente para saber que cada prédio feito tem impostos sobre impostos.
    Finalizando dinheiro para a prefeitura .Como sempre eu posto Acorda Brasil .Índaiatuba já foi uma cidade linda .Os espigão acabaram com a beleza da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *