Indicações beneficiam entidades sem fins lucrativos

03entidadesEsta semana apresentei 3 (três) indicações que poderão beneficiar entidades sem fins lucrativos que prestam serviços relacionados à Educação, principalmente de crianças e jovens em estado de vulnerabilidade social. Solicitei que o (1) Educandário Deus e a Natureza, (2) a Organização Assistencial Bolha de Sabão e (3) Centro de Inclusão e Assistência a Pessoas com Necessidades Especiais – CIASPE, passem a receber – assim como algumas outras entidades sem fins lucrativos já recebem – combustível para seus veículos.

Cada uma dessas entidades presta relevantes serviços para a sociedade e grande parte da renda que possuem, advém de promoções feitas pelos voluntários para arrecadar recursos. Receber o combustível para seus veículos é uma forma de reconhecer esses serviços além de facilitar um pouquinho e valorizar o relevante trabalho feito pelos voluntários.

Conheça um poucos sobre as entidades:

Educandário Deus e a Natureza
Em 1992, um grupo de pessoas lideradas pelo Sr. Antonio Packer, conhecido Filantropo da cidade, decidiu criar uma Organização Social com o objetivo principal de atender adolescentes de famílias em situação de vulnerabilidade social, pois, não existia naquele momento nenhuma outra entidade assistencial voltada para esse segmento. Em terreno doado em comodato pela Prefeitura local, esse grupo construiu um prédio de 700 m², inaugurado em 1998, como um departamento da USE (União das Sociedades Espíritas) de Indaiatuba, dando-se início ao Projeto “Mãos Jovens” com os cursos Conserto de Bicicleta e Conserto de Elétrico Doméstico. Paulatinamente foram inseridos outros cursos como: Informática Básica e Intermediária, Metrologia Básica, Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico, Autocad, Redes de Computadores, Hardware e oficinas culturais como: Violão, Violino, Teclado e Inglês. Desde o início, para envolver os familiares dos adolescentes, a organização oferece cursos artesanais. Em 2000, como já estava previsto, separou-se daquele órgão, tornando-se uma organização devidamente constituída, sendo o Sr. Antonio Packer seu primeiro Presidente. Em 2005, inaugura uma ampliação de 1000m2 e passa a atender jovens acima de 16 anos e adultos  no período noturno, das 18:00 às 22:00 horas, através doProjeto “Qualificar é Crescer”, com vários cursos: Eletricista residencial, Instalador Hidráulico, Pedreiro Assentador, Pedreiro Revestidor, Inspetor de Qualidade, Manicure e Pedicuro, Padaria Artesanal, Informática Básica e Intermediária, Autocad, Hardware entre outros. Em 2012, inaugura um elevador e  dá início ao Projeto “Trabalhando a Inclusão Social”. Em 2013, inaugura espaço de 345m2, para implementações do Projeto “Mãos Jovens”. Atualmente, esses três projetos foram englobados no Programa “Abraçando a Família”. A partir de 2016,  os projetos da organização serão adequados  para funcionarem  como espaço de convivência e fortalecimento de vínculos.

 

Organização Assistencial Bolha de Sabão
A Bolha de Sabão é uma Organização na qual as crianças retomam relações no processo
educativo, novas formações e regras de convivência social, novos hábitos de higiene, saúde, educação e alimentação visando melhor qualidade de vida. A Instituição persegue e garante os direitos de seus atendidos, segundo os princípios e premissas do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA. 
A Organização desenvolve um trabalho de conscientização da comunidade quanto a sua responsabilidade social para com o próximo.
Principalmente em relação ao nosso objetivo central, que é oferecer oportunidades de educação, cultura, lazer, cidadania, sociabilidade e solidariedade para crianças carentes do Jardim Morada do Sol, em Indaiatuba/SP. Nosso grupo é formado por professores, profissionais autônomos, comerciantes e pessoas da comunidade local. Todos dispostos a auxiliar o próximo, seja com ideias, com trabalhos específicos, com dedicação diária, com o apoio e presença nas programações e eventos ou até mesmo financeiramente.


Centro de Inclusão e Assistência a Pessoas com Necessidades Especiais – CIASPE
Em 11 de janeiro de 2003, o trabalho começou a ser realizado na cidade de Salto, interior de São Paulo, em uma sala concedida pelo Sindicato dos Metalúrgicos. Uma das razões da escolha dessa sala era o fato de que lá já existia um grupo de pais que tinham filhos com Síndrome de Down e eles realizavam encontros periódicos para troca de informações e experiências. Nessa época, Rosa já passou a atender a mais quatro crianças, todos os sábados.
Uma vantagem da parceria entre Rosa e Edna era que elas trabalhavam em cidades diferentes: Rosa em Indaiatuba e Edna em Salto. Isso auxiliou muito na divulgação da organização, facilitando a união de pessoas dedicadas e interessadas em ajudar a melhorá-la.
Com o passar do tempo, constatou-se que a procura de ajuda da organização era maior em Indaiatuba. Devido a isso, transferiram-se para uma sala cedida na clínica Estação Vida, localizada na Vila Teller. Começaram a atender crianças a partir de 3 anos e, após um mês de atendimento, o número de crianças inscritas no programa (que na época chamava-se Projeto Renovação) totalizava 12. Conforme a organização crescia, começaram a surgir pais de adolescentes interessados no programa para seus filhos, que apenas iam para uma escola especial e permaneciam o resto do tempo ociosos. Devido a esse fato, um local maior foi necessário.
Em 22 de maio de 2003, com o apoio dos colaboradores, a organização foi realocada para a Avenida Conceição, na Vila Maria Helena. Os atendimentos continuaram a aumentar e tornou-se necessário um espaço ainda maior e com mais estrutura. Então houve a mudança para a Rua Tupinambás, 910, na Vila Soriano.
Desde maio de 2014, a sede do Ciaspe (Centro de Inclusão e Assistência às Pessoas com Necessidades Especiais, nome dado à organização no dia 22 de junho de 2003, data da sua fundação e que está em uso até hoje) funciona na Rua Ibatinga, 291, no Jardim Umuarama, em um terreno cedido pela Prefeitura, tendo os esforços para a construção do prédio sido coordenados por Waldemar Fosco e pelo saudoso Antonio Packer, com apoio de empresários e comerciantes da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *